segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Quem um dia irá dizer

que existe razão nas coisas feitas pelo coração.E quem irá dizer que não existe razão.

Cada vez mais eu acho que minha vida gosta de andar de cabeça pra baixo.Eu estava lá quieta no meu canto entro no MSN(o que não fazia havia muito tempo graças aos meus problemas de ordem tecnológica -nenhum PC sobrevive aos meus "encantos", rs...) e lembro dele.Mandei e-mail, voltou.Procurei no orkut...ele tava aqui eu sei disso.Olhei meu hotmail e vi que em um dos e-mails dele (que eu respondi mal e porcamente) ele me contava que ia deletar o Orkut...mas ele me dizia pra mandar e-mail e eu mando e os e-mails voltam...ah, se for pra achar ele de novo eu acho.Dias depois entro no MSN de novo e quem entra?Ele.Ele que eu queria tanto...mas eu era uma menina boba de 16 anos que ainda achava que tudo na vida era cor-de-rosa, rs...
Mas ele tb era um garoto bobo e mimado.E ele briga comigo, como eu tive a audácia de sumir da vida dele?
Como assim, ele que sumiu.E a vida dele mudou, e ele é um homem.e eu sei que não sou mais uma menina.e ele decidiu por mim, por nós.e foi muito rápido.e isso aconteceu antes do Natal de 2009 e nessa sexta é a segunda de muitas vezes que vamos nos ver.e ele vai vir pra ficar perto, pra ser de verdade, pra virar realidade.Ele vai largar SP e vir pro RS!

Parece livro?hummmm e se eu falar que não é?