domingo, 1 de outubro de 2006

Óleo Essencial de Lavanda
Multi-Uso

Inigualável em seu poder de restaurar o equilíbrio e a harmonia, a popular alfazema atua como um curinga entre os óleos essenciais.
Com múltiplas propriedades terapêuticas, que englobam desde ação analgésica até vermífuga, o óleo essencial da lavanda, também chamada alfazema, é o mais versátil entre todos os outros usados com finalidades terapêuticas. Sua capacidade de reequilibrar estados mentais e físicos, favorecendo os processos de cura, é notável, qualidade que faz deste óleo um dos mais utilizados na aromaterapia. O nome da planta deriva do latino lavare (lavar), que, de certa forma, evoca seu grande poder de limpar, de eliminar tudo que é negativo e nocivo, criando uma nova aura de harmonia.
A Planta
Um arbusto de 30 a 90 centímetros de altura, de caule esbranquiçado, ramos de folhas estreitas, pontudas, e espigas com pequenas flores de pétalas finas e arroxeadas. Assim é a lavanda, vegetal altamente odorífico, que produz um óleo geralmente incolor, de aroma claro, fresco e com um toque balsâmico.
Originária das terras mediterrâneas, já era usada na antiguidade em banhos, massagens e fumigações para quase todos os tipos de enfermidades, tanto físicas como emocionais - no tratamento de feridas, queimaduras, ulcerações e estados nervosos de todos os tipos. Introduzida pelos romanos nas terras do norte, a planta hoje pode ser vista em várias partes da Europa. Seu cultivo é feito em diversos países, mas a melhor qualidade é obtida quando a planta cresce em altitudes de 700 a 1400 metros. Os franceses, que a produzem nas regiões da Provença e dos Alpes, são os maiores produtores de OE, extraído por destilação de suas pontas floridas.
Pertencente à família das labiadas, a lavanda tem muitas variedades cultivadas que são usadas clinicamente. A mais importante delas é a Lavanda officinalis L., ainda chamada de Lavandula angustifolia e de Lavandula vera ( que significa "lavanda verdadeira").
Entre outros tipos utilizados para a extração de OE, os mais conhecidos são a lavanda híbrida- ou "aspic", cruzamento de Lavandula vera com Lavandula spica, que produz um óleo mais canforoso, usado para problemas respiratórios e na fabricação de produtos de limpeza e perfumaria, ou Lavandula staeches-, cultivada na parte mais baixa dos Alpes franceses e o lavandin ( grosso, comum, que cresce em altitudes de 300 a 1200 metros, com flores mais cheias e pálidas; as principais variedades são a super e a abrialis ).
Propriedades
O OE lavanda é um poderoso rejuvenescedor e regenerador celular, ideal para problemas de pele em geral ( acne, cicatrizações; eczema; psoríase; dermatite; pele oleosa, seca ou mista, picadas, cortes, bolhas, manchas, feridas inflamadas, úlceras ou estados similares.).
É especialmetne eficaz para tratar queimaduras, atuando como calmante tópico, evitando a ocorrência de infeccções e estimulando a formação de novos tecidos.
Normalizador das funções do aparelho reprodutor feminino, pode ser utilizado no tratamento de praticamente qualquer caso a ele relacionado, como cólica, menstruação irregular e leucorréia. Quando administrado na tensão pré- menstrual, tem notável efeito equilibrador.
Sua reconhecida propriedade analgésica é especialmente útil contra dores de cabeça e alívio de dores musculares, reumáticas, do nervo ciático e artrite.
Descongestionante e antibactericida, age contra resfriados, tosse, catarro, sinusite e gripes.
Como sedativo, funciona bem em quaisquer distúrbios nervosos e psicológicos, tais como histeria, depressão, grandes variações de humor, ansiedade. É de grande valia no tratamento de insônia.
Sintomas típicos de problemas relacionados ao coração (palpitações, pressão alta e outros) também respondem bem ao tratamento com OE de lavanda, que funciona tanto como tônico quanto como sedativo nestes casos.
A função restauradora deste OE ajuda devolver o equilíbrio geral nos estados de estresse.
Como repelente, pode ser aplicado sobre a pele ( diluído em óleo vegetal) e na aromatização de ambientes, ajudando a afastar pernilongos e outros insetos. Depois de uma mordida ou picada, um pouco de óleo puro pode tirar a dor, evitar que a irritação se espalhe e que a picada infeccione.
Por ter muito baixa toxicidade, é bastante seguro para seu usado em crianças para qualquer dos casos citados anteriormente.
Dentro de casa, o OE perfuma e protege a roupa das traças e outras pestes pequenas. Colocado em potpourris ou tigelas de flores secas, refresca o ambiente. Também afasta pulgas e piolhos dos animais e pode ser usado no tratamento de sarna.
"A versatilidade do OE lavanda levanta suspeitas em algumas pessoas, especialmente se estiverem mais acostumadas com a idéia alopática de drogas específicas para doenças ou sintomas individuais. Portanto, devemos dizer que sua grande variedade de usos se relaciona, até certo ponto ( e talvez este seja o mais impotante) com o fato de que a ação do óleo é basicamente de equilíbrio e é por isso que pode ser utilizado em tantas situações diferentes."(Patricia Davis)
Quando e como Utilizar a Lavanda
Acne30 gotas de OE de lavanda + 20 gotas de OE de tea-tree em 100ml de óleo de calêndula. Aplicar sobre o local.
Artrite20 gotas de OE de lavanda +15 gotas de OE de alecrim + 15 gotas de OE de eucalipto glóbulos. Massagear a área afetada.
CicatrizaçõesAplicar uma gota do OE puro sobre o local
Cólica MenstrualMassagear o ventre com 50 gotas de OE diulídas em 100ml de óleo de germe de trigo.
CortesMisturar partes iguais de OE de lavanda e OE de tea tree e aplicar sobre o local.
Dermatite25 gotas de OE de lavanda + 25 gotas de OE de tea tree + 100ml de óleo de calêndula.
Dor de CabeçaMassagear as têmporas com 1 gota de OE ou aplicar 3 gotas em compressa fria na testa.
Dores Musculares25 gotas de OE de lavanda + 25 gotas de OE de alecrim em 100ml de óleo de maracujá ou outro óleo carreador (abacate,germe de trigo, semente de uva ou outros).
Insônia3 gotas no aromatizador, no travesseiro ou na banheira.
LeucorréiaDucha morna com 3 gotas de OE para 1 litro de água.
Manchas25 gotas de OE de lavanda + 25 gotas de OE de tee tree + 100ml de óleo de germe de trigo.
Palpitações e Pressão Alta25 gotas de OE de lavanda + 25 gotas de OE de ylang-ylang + 100ml de óleo carreador.
Picadas1 gota sobre o local
Psoríase30 gotas de OE de lavanda + 10 gotas de OE de bergamota + 100 ml de óleo de calêndula.
Queimaduras Solares50 gotas em 100ml de óleo de calêndula.
Queimadura com Fogo ou Objetos QuentesAplique puro sobre a área afetada.
Como Repelente3 gotas no aromatizador ou 50 gotas em 100ml em óleo carreador.
Stress2 gotas de OE de lavanda = 2 gotas de OE de alecrim na banheira; massagem com 25 gotas de cada OE em 100 ml de óleo carreador; aromatização de ambiente com 2 gotas de cada OE.
Tensão Pré-Menstrual10 dias antes do ciclo: aromatização de ambientes, massagem no ventre (dilua 50 gotas em 100 ml de óleo de germe de trigo).

Por
Revista de Aromaterapia
Solua Aromaterapia
jornalismo@planetanatural.com.br
http://www.planetanatural.com.br/detalhe.asp?idnot=440