sábado, 31 de dezembro de 2005

:::::::::Á todos:::::::

::::::::::::::::::::::::::::::
Eu te desejo não parar tão cedoPois toda idade tem prazer e medoE com os que erram feio e bastanteQue você consiga ser toleranteQuando você ficar tristeQue seja por um dia, e não o ano inteiroE que você descubra que rir é bom,mas que rir de tudo é desespero
Desejo que você tenha quem amarE quando estiver bem cansado Ainda, exista amor pra recomeçar
Eu te desejo, muitos amigosMas que em um você possa confiarE que tenha inimigosPra você não deixar de duvidar
Eu desejo que você ganhe dinheiroPois é preciso viver tambémE que você diga a ele, pelo menos uma vez, Quem é mesmo dono de quem
Feliz 2oo6, BjuxXx

quarta-feira, 28 de dezembro de 2005

One Last Breath

Please come now, I think I'm falling
I'm holding on to all I think is safe
It seems I've found the road to nowhere
And I'm trying to escape
I yelled back when I heard thunder
But I'm down to one last breath
And with it let me say
Let me say

Hold me now
I'm 6 feet from the edge and I'm thinking
Maybe 6 feetAin't so far down

I'm looking down now that it's over
Reflecting on all of my mistakes
I thought I found the road to somewhere
Somewhere in HIS grace
I cried out heaven save me
But I'm down to one last breath
And with it let me say
Let me say

Hold me now
I'm 6 feet from the edge and I'm thinking
Maybe 6 feet
Ain't so far down

Sad eyes follow me
But I still believe there's something left for me
So please come stay with me
'Cause I still believe there's something left for you and me
For you and me
For you and me

Hold me now
I'm 6 feet from the edge and I'm thinking

Don't Stop Dancing

At times life is wicked and I just can’t
see the light
A silver lining sometimes isn’t enough
To make some wrongs seem right
Whatever life brings
I’ve been through everything
And now I’m on my knees again
But I know I must go on
Although I hurt I must be strong
Because inside I know that many
feel this way
Children don’t stop dancing
Believe you can fly
Away…away
At times life’s unfair and you know
it’s plain to see
Hey God I know I’m just a dot in
this world
Have you forgot about me?
Whatever life brings
I’ve been through everything
And now I’m on my knees again
But I know I must go on
Although I hurt I must be strong
Because inside I know that many
feel this way
Children don't stop dancing
Believe you can fly
Away....away
Am I hiding in the shadows?
Forget the pain and forget the sorrows
Am I hiding in the shadows
Forget the pain and forget the sorrows
But I know I must go on (go on)
Although I hurt I must be strong (be strong)
Because inside I know that many
feel this way (feel this way)
Children don’t stop dancing
Believe you can fly
Away…away
Children don't stop dancing
Belive you can fly
away.....away
Children don't stop dancing (am I hiding in the shadows)
Belive you can fly (forget the pain and forget the sorrows
away.....away
Children don't stop dancing(am I hiding in the shadows)
Belive you can fly
away.....away
Am I hiding in the shadows?
Are we hiding in the shadows?

domingo, 25 de dezembro de 2005

The Carpenters - Jingle Bells

Dashing through the snow
In a one horse open sleigh
O'er the fields we go
Laughing all the way
Bells in bobtails ring
Making spirits bright
What fun it is to ride and sing
A sleighing song tonight

Jingle Bells
Jingle Bells
Jingle all the way
Oh what fun it is to ride
In a one horse open sleigh

Jingle Bells
Jingle Bells
Jingle all the way
Oh what fun it is to ride
In a one horse open sleigh
self.print();

quinta-feira, 22 de dezembro de 2005

Nas Nuvens

Quero sair

pisando em pétalas de flores e subir

por uma escada de cores de arco-iris

Escorregar e deslizar pelas cores

Até cair numa lagoa dourada banhada de sol

Quero voar

Vou criar asas de pássaro e subir

recebido num abraço pelo céu

Escorregar e deslizar pelas nuvens

até cair em chuvarada encharcando o solo do sertão
*Refrão:

Quero voar de mãos dadas com você

E subir aos céus do teu prazer

Escorregar pelo brilho do teus olhos
até cair dentro do seu coração

*Refrão*

terça-feira, 20 de dezembro de 2005

Nem sei por qual começar....
Tô exausta de tantas coisas que nem sei por onde começar...
Tô cansada de estar cansada das coisas...
Acho q é isso . . . Só isso mesmo!

Ser coerente é o último refúgio dos que não têm imaginação.
.*~(OsCaR WiLdE, escritor irlândes)~*.

domingo, 18 de dezembro de 2005


"Aconteceu na noite em que todos os meus sonhosdesabaram...É apenas uma melodiasangrando em mim....que plena agonia é essaque me concome...vazio,vazio,vazio,falta,falta,faltae de sonhos imperfeitos meu triste coração sangra..."

By http://overcome.weblogger.com.br

quarta-feira, 7 de dezembro de 2005

????? Eu te amo! ??????


O cara diz que te ama, então tá! Ele te ama.
Sua mulher diz que te ama, então assunto encerrado.
Você sabe que é amado porque lhe disseram isso, as três palavrinhas mágicas.
Mas saber-se amado é uma coisa, sentir-se amado é outra,uma diferença de quilômetros.
A demonstração de amor requer mais do que beijos, sexo e palavras.
Sentir-se amado é sentir que a pessoa tem interesse real na sua vida, que zela pela sua felicidade,
que se preocupa quando as coisas não estão dando certo,
que coloca-se a postos para ouvir suas dúvidas e que dá uma sacudida em você quando for preciso.
Sentir-se amado é ver que ela lembra de coisas que você contou dois anos atrás,
é vê-la tentar reconciliar você com seu pai,
é ver como ela fica triste quando você está triste
e como sorri com delicadeza quando diz que você está fazendo uma tempestade em copo d'água.
Sentem-se amados aqueles que perdoam um ao outro
e que não transformam a mágoa em munição na hora da discussão...
Sente-se amado aquele que se sente aceito, que se sente inteiro.
Sente-se amado aquele que tem sua solidão respeitada,
aquele que sabe que tudo pode ser dito e compreendido.
Sente-se amado quem se sente seguro para ser exatamente como é,
sem inventar um personagem para a relação,
pois personagem nenhum se sustenta muito tempo.
Sente-se amado quem não ofega, mas suspira;
quem não levanta a voz, mas fala;
quem não concorda, mas escuta.
Agora, sente-se e escute: Eu te amo não diz tudo!

segunda-feira, 5 de dezembro de 2005

sTRANi aMORi


Mi dispiace devo andare via
Ma sapevo che era una bugia
Quanto tempo perso dietro a lui
Che promette e poi non cambia mai
Strani amori mettono nei guai
Ma, in realtà, siamo noi
E lo aspetti ad un telefono
Litigando che sai libero
con il cuore nel lo stomaco
Un gomitolo nell’angolo
Lì da sola, dentro un brivido
Ma perché lui non c’è
E sono strani amori che
Fanno crescere e sorridere
Fra le lacrime
Quante pagine lì da scrivere
Sogni e lividi da dividere
Sono amori che spesso a questa età
Si confondono dentro a quest’anima
Che si interroga senza decidere
Se è un amore che va per noi
E quante notte perse a piangere
Rileggendo quelle lettere
Che non riesci più a buttare via
Dal labirinto della nostalgia
Grandi amori che finiscono
Ma perché restano nel cuore
Strani amori che
vanno e vengono
Nei pensieri che
lì nascondono
Storie vere che ci appartengono
Ma si lasciano come noi
Strani amori fragili
Prigionieri, liberi
Strani amori mettono nei guai
Ma, in realtà, siamo noi
Strani amori fragili
Prigionieri, liberi
Strani amori che non sanno vivere
E si perdono dentro noi
Mi dispiace devo andare via
Questa volta l’ho promesso a me
Perché ho voglia di un amore vero
Senza te